Sepulturas do desejo

09/06/2022

Sepulturas do desejo

E os que são de Cristo Jesus crucificaram a carne, com as suas paixões e os seus desejos.
Gálatas 5:24

Logo que saíram do Egito, os israelitas começaram a se queixar diante das dificuldades que enfrentaram. Influenciados por um grupo de estrangeiros que vivia entre eles, começaram a murmurar, dizendo terem saudades das comidas que tinham para comer no Egito. Além disso, reclamaram que só tinham o Maná para comer (Números 11:4-9). Deus, então, anuncia que mandará carne para eles comerem, o que de fato acontece, quando codornizes se espalham pelo arraial israelita. Enquanto eles ainda comiam aquela carne, uma grande praga se espalhou no meio do povo e muitos morreram. Eles, então, chamaram aquele lugar de "Quibrote-Hataavá", que significa, em hebraico, "Sepulturas do Desejo" (Números 11:31-34).

Muitos desejos são nocivos para nós, e podem nos levar à destruição. Alguns desejos da nossa carne precisam ser "crucificados". Quando não "sepultamos" esses desejos, arriscamos ser "sepultados" por causa deles. Quais são os desejos que estão destruindo a sua vida? Precisamos identificar e renunciar esses desejos da carne que podem trazer destruição para as nossas vidas. "Sepulte" esses desejos para que eles não "sepultem" você. 

Identifique e renuncie

  • Ore ao Senhor e peça que Ele o ajude a identificar os desejos da sua carne, aos quais você tem dado vazão e tem trazido destruição para você.
  • Tome a decisão de renunciar a estes desejos diante de Deus.
  • Procure viver uma vida cheia do Espírito Santo para que você não satisfaça os desejos da carne (Gálatas 5:16).

Para orar:

Deus, sonda o meu coração e me mostra quais são os desejos da minha carne que tem trazido destruição para a minha vida e para o meu relacionamento com o Senhor. Enche-me do teu Espírito para que eu possa renunciar estes desejos e consiga viver uma vida que agrade somente a Ti. Em nome de Jesus! Amém! 

Compartilhe

Utilizamos cookies próprios e de terceiros para o correto funcionamento e visualização do site pelo utilizador, bem como para a recolha de estatísticas sobre a sua utilização.